Voltar para home
"Um projeto onde médicos, fonoaudiólogos, professores, pessoas com dificuldade auditiva e familiares possam trocar informações sobre saúde auditiva."
EMAIL: contato@amigosdaaudicao.com.br
Fonoaudióloga Responde
fale com a fono
Coluna - Diéfani Piovezan

Implante Coclear – Mitos e Verdades

02/05/2016

O implante coclear é cercado de curiosidades e existem muitos mitos espalhados por ai, pensando nisso, reuni alguns e resolvi esclarece-los.

 

·         O implante coclear é muito caro

Parcialmente verdade: A cirurgia e o processador são bastante caros mas os planos de saúde e o  Sistema Único de  Saúde (SUS) cobrem tudo, dessa forma, o paciente não precisa se preocupar em desembolsar uma pequena fortuna para pagar pela cirurgia ou pelo implante.

·         A cirurgia é muito longa e depois é preciso ficar internado

            Parcialmente verdade: A cirurgia pode durar até 5 horas e o paciente passará no máximo uma noite no hospital. A Maioria dos pacientes (assim como eu) chegam pela manhã no dia da cirurgia e só passam uma  noite no hospital, sendo dispensados na manhã seguinte.

·         O implante coclear é colocado no cérebro

            Mito: O implante coclear é composto por eletrodos que são implantados na cóclea (órgão responsável pela audição) e o imã que é colocado embaixo do couro cabeludo, no crânio que é lixado milimetricamente para que o implante fique posicionado corretamente. Não se preocupem, pois ele não passa sequer perto do cérebro.

·         O implante coclear dá choque

            Mito: A parte interna  não possui  carga elétrica, posicionado na cóclea há um feixe de eletrodos e embaixo do couro cabeludo há um receptor. A parte externa possui baixíssima carga elétrica quando está com bateria e ligado, carga essa que não seria suficiente para causar um choque.

·         O implante destruirá a sua audição residual

            Parcialmente verdade: Isso é algo que as marcas vem trabalhando há anos e a Med-EL possui eletrodos atraumáticos que mantém a audição residual. Quanto mais maleável o feixe de eletrodos, menores as chances da audição residual se perder. Algumas marcas e modelos bem mais antigos, não possuem esse mesmo tipo de tecnologia. As técnicas cirúrgicas também tem sido aprimoradas para que isso não ocorra.    

·         Podemos esperar até que a criança tenha idade o suficiente para escolher fazer o IC ou não pois os resultados finais serão os mesmos?

            Mito: Infelizmente quanto mais tempo esperar, menores são as chances da aquisição de uma boa memória auditiva e bons resultados pois a linguagem da criança está em formação. Estudos indicam que crianças implantadas até os 2 anos de idade tem maiores chances de sucesso e irão desenvolver a linguagem de forma quase tão natural quanto uma criança ouvinte.

·         Ouvir com o implante coclear não é como ouvir com a audição natural e a linguagem não será adquirida da mesma forma.

            Parcialmente verdade: Para pessoas com bom resultado (incluindo crianças implantadas ainda bem novas e adolescentes/adultos com boa memória auditiva), a audição é bastante natural, mas para pessoas com resultados não tão bons ou com memória auditiva mais “fraca”, o som pode parecer metálico. Quanto a linguagem já citei anteriormente que o quanto antes,a cirança seja implantada maiores serão as chances da linguagem se desenvolver como a de uma criança com audição normal.

·         O implante precisa ser trocado logo

            Mito: O componente  interno é feito para durar muitos e muitos anos há pacientes implantados há mais de 20 anos, o componente  externo geralmente é trocado quando o anterior se  torna obsoleto, o que pode demorar cerca de 10 anos para acontecer.

           

Espero que tenham gostado. Você sabe de algum mito que não foi citado aqui? Entre em contato, deixe um comentário com sua dúvida ou sugestão para quem sabe, esclarecermos mais alguns deles.

 

Beijos a todos

 


0 COMENTÁRIO

MANDE O SEU COMENTÁRIO




*Todos os campos são obrigatórios